Como bebidas alcoólicas prejudicam a saúde dos dentes

| |

Diversos fatores influenciam na qualidade da nossa saúde bucal, como nossos hábitos, alimentação, práticas diárias e cuidados com a higienização dos dentes. Entre os aspectos que podem afetar diretamente a saúde dos dentes, está o consumo de bebidas alcoólicas.

Todos sabemos os malefícios que o álcool pode trazer para a saúde de modo geral, principalmente se for consumido em excesso ou quando se torna um vício.

O álcool pode trazer uma série de doenças que são prejudiciais, como complicações no fígado e até mesmo no cérebro.

Contudo, o que as bebidas alcoólicas podem causar à saúde bucal? De que maneira elas podem prejudicar a qualidade dos dentes? Bom, é isso que veremos no artigo a seguir.

O álcool pode realmente fazer mal à saúde bucal?

Ao se consultar com um especialista, por exemplo um dentista de um plano odontológico completo, a resposta será enfática: sim, o álcool realmente pode fazer mal à saúde bucal, assim como ele pode prejudicar a saúde como um todo.

Em estado “normal”, a nossa boca é composta por uma série de elementos específicos, como os dentes, gengiva, língua e microrganismos que completam o corpo, como os encontrados na saliva.

Nesse ambiente, existem bactérias benéficas, que ajudam na proteção dos dentes. Além disso, o nível de acidez é regulado justamente para manter a saúde dos dentes na melhor qualidade possível.

Entretanto, o consumo de álcool pode alterar essa acidez, causando um prejuízo importante para as barreiras protetoras dos dentes.

Por ser um elemento altamente ácido, principalmente as bebidas com maior teor alcoólico, o álcool presente nessas bebidas acabam danificando diretamente a qualidade da saúde bucal.

Como a bebida alcoólica afeta a sua saúde bucal?

Como estamos vendo, o consumo de bebidas alcoólicas podem ser prejudiciais em diversos sentidos para a saúde do corpo humano, inclusive pela saúde bucal.

É justamente por isso que os profissionais de plano odontológico para mei discutem muito esse assunto e não recomendam esse consumo. 

Entre as alterações que o álcool pode fazer na proteção dos dentes está, essencialmente, a perda de cálcio, sendo este um dos principais elementos de fortalecimento dos dentes. 

Quando o nível de calcificação dos dentes é prejudicado, você pode acabar sofrendo com doenças bucais importantes, sensibilidade e dor nos dentes.

Outra questão importante a respeito do consumo do álcool e a saúde bucal, bastante discutida em consultórios de clínicas de plano odontológico individual.

Por exemplo, é a desidratação da boca. As bebidas alcoólicas, em modo geral, geram essa desidratação, o que diminui a produção da saliva.

Caso você não saiba, a saliva é um dos principais pontos de proteção dos dentes. Ela ajuda na limpeza dos dentes e na eliminação de bactérias que podem ser prejudiciais, deixando os dentes mais suscetíveis a sofrerem com problemas impactantes. 

Quais são os principais danos que ele causa?

As bebidas alcoólicas, em sua grande maioria, possuem, além do alto teor alcoólico, uma grande quantidade de açúcar, um dos principais vilões dos dentes.

O açúcar é um dos alimentos que mais causa problemas a saúde bucal, pois proporciona um aumento constante de bactérias na boca, que acabam atingindo os dentes, podendo causar uma série de doenças bucais que devem ser tratadas em um plano odontológico bom, tais como:

  • Formação da placa bacteriana;
  • Cáries;
  • Gengivite;
  • Manchas nos dentes.

Além desses problemas e doenças mais comuns, que constantemente acometem a população, o consumo de bebidas alcoólicas em excesso pode gerar danos ainda mais graves, como um câncer bucal.

O câncer bucal é, muito provavelmente, uma das piores doenças que podem ser geradas por hábitos ruins e consumo de bebidas.

Diversos estudos apontam que o alcoolismo é uma das principais influências ao câncer bucal, principalmente se acompanhado ao tabagismo. 

Isso acontece pois, como vimos anteriormente, a secura da boca diminui a produção de saliva, consequentemente diminuindo a proteção dos dentes e da boca.

Com isso, as células que revestem gengiva e bochechas, por exemplo, ficam mais expostas. 

O que fazer para se proteger?

O número de alcoólatras no Brasil segue aumentando. Atualmente, são cerca de 3% da população brasileira acima dos 15 anos que sofrem desse problema.

Dessa maneira, uma boa parcela de pessoas que moram aqui precisam redobrar a atenção com a saúde dos dentes.

Para isso, existem algumas saídas que devem ser levadas em consideração. Naturalmente, a primeira resposta é evitar ao máximo o consumo dessas bebidas, evitando que elas causem danos problemáticos para a sua saúde.

Além disso,  cuidar adequadamente da higienização da boca, principalmente dos dentes, escovando diversas vezes ao dia e utilizando o fio dental, é essencial.

Hábitos saudáveis, como manter uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos e consultar regularmente um dentista, conhecendo como funciona o plano odontológico da empresa, por exemplo, são saídas importantes. 


Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

1, 'include' => $prevPost->ID, 'post_type' => $post_type, ); $prevPost = get_posts($args); foreach ($prevPost as $post) { setup_postdata($post); ?>

1, 'include' => $nextPost->ID, 'post_type' => $post_type, ); $nextPost = get_posts($args); foreach ( $nextPost as $post ) { setup_postdata($post); ?>

Deixe um comentário

onze − 10 =